Que Mundo É Esse?


Que mundo é esse??? Onde a beleza é esculpida...

Dias atrás, estava eu zapeando pelos canais da TV fechada, e algo me chamou a atenção. A grande maioria dos canais que exibem clipes musicais continha vídeos apelativos, que sem exagero, beiravam e mais se pareciam com vídeos de conteúdo erótico – só não eram pornográficos, pelo simples motivo de não exibir cenas de sexo explícito. No restante, a exibição de corpos siliconados, malhados e sarados, era evidente.


Mulheres de beleza escultural – literalmente esculpidas – não tinham o mínimo pudor em fazer contorcionismos e malabarismos para mostrar a quem quisesse ver, o padrão de beleza desejado pela humanidade (ou pelo menos, pela grande maioria).

Vivemos na era das falsas aparências, onde o photoshop, o uso indiscriminado do botox, as cirurgias plásticas e o silicone são referências de perfeição!

E aí, fiquei me perguntando: Que mundo é esse?

- Onde o que prevalece é o culto ao corpo ao invés da qualidade de vida;

- Onde a exposição de corpos – e com o perdão das palavras grosseiras, mas leia-se peitos e bundas – iguala-se a uma vitrine de qualquer loja, onde estão expostos os produtos, e basta escolher aquele que mais agrada ou na pior das hipóteses, aquele que o dinheiro pode comprar;

- Onde para estar na moda, à mulher moderna escolhe com quem, como e onde praticar sexo e isso virou motivo para simbolizar sua independência e autonomia;

- Onde a tendência de ter vários parceiros é sinônimo de glamour, de extrema simpatia e poder;

- Onde ser anônimo e não pertencer a um padrão imposto é quase um pecado mortal, que deve ser combatido.

- Onde o privado inexiste, porque a moda é compartilhar todos os momentos, com o mundo inteiro.
Não quero fazer um discurso moralista, mas chegamos a um ponto onde a decência cedeu lugar para a falta de decoro.

As mulheres obtiveram grandes conquistas, ao longo de várias décadas. Entretanto, estão colocando seu lugar no mundo a perder, toda vez que se colocam como meros objetos de desejo e prazer.

É vergonhoso assistir aos programas televisivos, onde o que dá ibope são mulheres seminuas rebolando, como se tudo se resumisse a uma mera aparência, montada para aquele momento.

Quando os holofotes desligam, fatalmente a beleza termina e o que aparece é a essência – ou melhor – a falta dela...

“O diálogo da mulher se fazia pelas roupas e pelo código da sociedade patriarcal: ela precisa ser tola, impotente e bela e, assim, se tornar o objeto máximo de consumo.
Percebe-se a figura da mulher vestida tanto como sujeito quanto como objeto.”
Fonte:
Acesso em: 04/out/2014

Para ver mais artigos "indigestos" sobre beleza esculpida, acesse os links abaixo:

Siga-me:


Google+: Silvana Haddad


Texto protegido pela Lei nº 9610/98 - Direitos autorais.


2 Comentário(s)
Comentário(s)

2 comentários:

  1. Sil,
    seu post merece prêmios hehe
    Achei super justo e super concordo, e não apenas nas midias e nos holofotes, hoje em dia as pessoas educam suas crianças - filhas, a serem assim.
    Entrei no meio artistico a pouco tempo e falando sobre essa questão de clipes e propagandas, como atriz digo que é dificil: infelizmente esse é o nosso trabalho sabe? No meio artistico não temos salários fixos e nenhum beneficio além do cachê, se formos fazer tudo o que realmente nos dá gosto, não vivemos. Uma dificil realidade. Espero nunca cair e precisar fazer algo apelativo ou que use meu corpo, mas é bom nunca dizer nunca e continuar deixando claro que: eu NÃO CONCORDO.
    O que tem que mudar é a cabeça dos nossos queridos publicitários, e a cabeça do nosso querido mundo que infelizmente, valoriza sim essa escultura.

    Beijão
    www.cappuccinoebobagens.com

    ResponderExcluir
  2. Eu já me perguntei também sobre isso, tipo... a mulher lutou tanto para se impor, conquistar seu espaço, pra no final ser só isso? Só um corpo, um pedaço de carne exposto para satisfazer os desejos dos outros? Euhein... Mas fico feliz quando vejo que nem todas são assim, que ainda existem aquelas que escrevem textos bem elaborados e argumentativos como este seu. Ainda há salvação pra esse mundo perdido, rssrss

    Bjokas da Val e até a próxima =)

    Valquíria Paula - Blog Apenas Palavras

    ResponderExcluir

• Os coments são moderados para eu responder todos.
• Comente sobre a postagem.
• Sua opinião, sugestão, dica e alerta são bem-vindos!