Banho de cultura


Passar, lavar, cozinhar, malhar, arrumar, maquiar, trabalhar, cuidar ... São verbos que fazem parte do meu e do seu dia a dia. Eu arrumo tempo para tantas coisas, mas será que utilizo algumas horas do meu dia para a minha mente? 
Já ouvi várias amigas  dizendo que assistir a um filme, ir ao teatro ou ler um livro é perda de tempo. Eu acredito que tudo na vida passa, mas o que está na sua mente vai acompanhar você até o final dos seus dias.
Eu sempre gostei de ler e assistir a um bom filme, mas o turbilhão da vida me afastou durante muitos anos desta alegria. Eu levantava cedo, ia para academia e depois  para o trabalho. Chegava exausta, mas ia para cozinha, ajudava a filha na tarefa escolar, depois cama, às vezes com direito a sexo.


No final de semana, apareciam outros afazeres como ir ao cabeleireiro para cuidar das madeixas e das unhas. A noite barzinho para beber, rir e jogar conversa fora.
Eu me sentia uma mulher perfeita porque controlava tudo. Mas ... quando eu me agradava ? Esta minha vida pode parecer muito boa, mas para mim não era aceitável.
Sabe por quê? Um dia entrevistei Malcolm Montgomery, conhecido como ginecologista das estrelas, e fiquei pasma com o que ele havia concluído após atender diversas pacientes lindas.
Segundo ele, as mulheres mais belas do país, quando passam dos 40 anos, tendem a ficar depressivas quando percebem que o corpo está deteriorando, mesmo com todo o esforço e plástica. Elas cuidaram da parte física, mas esqueceram da mental e por isto sentem mais dificuldade para suportar o envelhecimento.




Não quero fazer parte deste time de depressivas, mesmo não sendo uma linda atriz. Então, tomei uma decisão e sugiro também a você: tomar um banho de cultura. Acrescente  um filme durante a semana, uma visita a uma exposição de arte ou uma ida ao teatro. Vá com  o seu amor. Você vai poder ficar agarradinha com ele pelo menos uma hora. Vai sentir o cheiro da loção de barbear ou o perfume dele e de brinde um programa que vai fazer bem a sua mente. Gostou da ideia? Espero que sim, porque eu comecei a tomar banho de cultura há alguns meses. No início meu marido reclamou e até chegou a dormir em algumas sessões de cinema, mas hoje ele aceita melhor e também está aprendendo a curtir estes novos programas. Tente você também.

Sigam-me:


Texto protegido pela Lei nº 9610/98 - Direitos autorais.

2 Comentário(s)
Comentário(s)

2 comentários:

  1. Muitas pessoas esquecem-se de que a beleza é passageira e o que fica mesmo é o que temos em nosso interior. Quantas pessoas gastam horrores com pásticas, cosméticos mas não investem o mesmo na sua cultura e até mesmo na alma?! Muitas. Mulheres brilhantes serão lembradas por seu cárater, pelo bem que fizeram as outras pessoas.

    blogilumiinar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jo,

      Você tem toda a razão. A beleza passa e depressa, mas o que guardamos na alma fica.

      Beijos

      Juci Pauda

      Excluir

• Os coments são moderados para eu responder todos.
• Comente sobre a postagem.
• Sua opinião, sugestão, dica e alerta são bem-vindos!