Ivete, ciúmes e literatura


O que leva o ser humano a sentir ciúmes e o que fazer quando os ciúmes sobe a cabeça? Cada um tem uma reação. Eu confesso que as minhas atitudes variaram de acordo com a minha idade. Uma rápida análise na vida real, em livros ou filmes e você vai notar que os personagens tanto os reais como os fictícios tomam atitudes inusitadas.

Na adolescência  eu joguei um capacete na parede. Depois dos 20 anos, fiquei quieta quando uma menina chegou até o meu namorado e o cantou na minha frente. Aos 30 anos, chorei escondida e quando o marido chegou coloquei a casa abaixo. Aos 40 anos, fiquei com muita raiva, mas não falei nada.

Ivete deu bronca no marido, mas garante que foi brincadeira


Estou tocando neste assunto porque estou impressionada com o rebuliço causado pela atitude de Ivete Sangalo que durante um show chamou a atenção do marido que estava dando ouvidos a uma moça grudada no cangote dele.

Ivete protagonizou a cena de ciúmes durante um a apresentação na praia de Guarajuba, na Bahia, no começo de janeiro. Ivete para o show e pergunta a ele: “Quem é essa ai, papai? Tá cheia de assunto hein? Vou passar a mão nela hein? Tá cheia de assunto. Quem é essa daí? Conversando pra c.....”. Uma fã filmou a cena e jogou na Internet. O caso viralizou e virou assunto nacional.

Em entrevista, domingo, ao Fantástico, Ivete disse que foi apenas uma brincadeira com Daniel Cady. Você pode achar o vídeo na Internet, basta procurar no Google e sentir pela expressão da cantora se foi brincadeira ou não.


O que você acha da atitude da Ivete?

Como mulher se eu fosse optar por uma atitude passional eu diria que ela fez certinho. Pense bem, o que uma mulher tem que ficar dependurada no marido alheio? Afinal, ela quer é provocar a ira feminina, não é? Então, a Ivete porque é famosa, linda e cheia de sucesso não pode ficar brava?


Para mim, ela tem mais é que ficar de olho no marido e colocar a “oferecida” no seu lugar. Quando soltei esta frase na mesa do jantar, minha filha de 15 anos, e meu marido, quase cinquentão, acharam um horror. Para eles, Ivete Sangalo é uma profissional e estava no palco para dar um show e deveria ter se controlado, afinal os fãs não precisam presenciar, segundo eles, cenas de ciúmes. Roupa suja, disse o meu marido, se lava em casa.

Ciúmes no cinema e na literatura

Pensando no assunto, eu me lembrei que a literatura e o cinema estão repletos de personagens capazes de fazerem cenas de ciúmes ou tomarem atitudes muito piores do que a protagonizada pela Ivete, por mim ou por você.


No livro “A Garota Exemplar”, de Gillian Flyn, que virou filme, Amy desaparece logo depois de descobrir a infidelidade do marido Nick Dunne. O livro é narrado pelos dois personagens e você descobre o que cada um pensa a respeito do outro. Filme e livro repleto de traições e vinganças são imperdíveis.


Já “A Garota no Trem”, de Paula Hawkins, mostra a visão que Rachel tem da janela do trem das pessoas que moram em um bairro de classe alta. Ela se encanta por um casal que ela vê no quintal sempre conversando ou se abraçando. Para ela, os dois são perfeitos, até que a mulher desaparece. Ao tentar ajudar a solucionar o desaparecimento, Rachel descobre que o marido da jovem, que ela considerava perfeito, tem um ciúmes doentio da esposa. Será que este ciumento está envolvido no desaparecimento da mulher? O filme estreia este ano no cinema.

O eterno dilema: Capitu traiu ou não Bentinho?


Outro caso clássico de ciúmes e que já dura mais de um século está em “Dom Casmurro”, de Machado de Assis. Após se casar com a namoradinha de infância, Bentinho suspeita que ela, Capitu, o trai com o melhor amigo Ezequiel. Ele não tem provas, mas as suspeitas corroem seu coração, casamento e até o seu amor pelo filho que para ele é de outro homem. Ate hoje, tem gente que acha que Capitu traiu e outros, como eu, acha que era tudo coisa da cabeça desocupada de Bentinho.


Enfim, exemplos não faltam, mas a pergunta que não quer calar: O que você faria se visse uma mulher dando em cima do seu amor? Quer um conselho? Leia um livro ou assista a um filme que a raiva passa.

Paz e beijos, meus amores.


Sigam-me:

Blog   |   Facebook   |   Youtube

Texto protegido pela Lei nº 9610/98 - Direitos autorais.

4 Comentário(s)
Comentário(s)

4 comentários:

  1. Ciume é uma coisa complicada, como você falou no inicio, já passei por várias fazes, hoje sou mais tranquila, o que não impede que um dia eu tenha a mesma atitude da Ivete, que achei justíssima por sinal, não teve baixaria, apenas um aviso. hhehe.

    ResponderExcluir
  2. Gaby,

    Também passei por várias situações e algumas delas tenho até vergonha de lembrar. A Ivete até que pegou leve.

    Beijos

    Jucimara

    ResponderExcluir
  3. Legal você tocar nesse assunto. Num primeiro momento achei graça, Ivete esta sendo a barraqueira que tem em todo canto. Mas depois pensando achei que foi algo fora de sentido e de lugar. Julgar é ela é de mais. Acho sim que ela tinha é que ser profissional e não fazer aquilo no show, mas as pessoas mais profissionais acabam pulando um pouco de lugar.
    Particularmente nunca vivenciei nada do tipo para dizer como agiria. Mas impossível dizer que no lugar público daquele o marido à estava traindo, e se outra estava se jogando para ele, ela com ele que deveria resolver? E mais se não havia retribuição (não sei por que não vi) por que fazer cena?
    A resposta no Fantástico foi uma piada, não era uma brincadeira. Mas ela, como profissional, achou que não precisava ter que dar tanta satisfação sobre isso.

    ResponderExcluir
  4. Oi,

    Com certeza, ele não faria nada em público. Para mim, ciúmes está ligado a insegurança não em relação a você mesma, mas em relação ao parceiro.

    Beijos

    ResponderExcluir

• Os coments são moderados para eu responder todos.
• Comente sobre a postagem.
• Sua opinião, sugestão, dica e alerta são bem-vindos!