As cores e suas influências



Toda designer que se preze gosta de uma tabelinha de cores sempre à mãos, mas será que brincar com as cores no quarto do bebê vai ser bom pra ele? Como Designer eu sei que as cores tem fortes influências sobre a vida do ser humano e sempre fazemos a pesquisa em cima delas na hora de montar determinado projeto. Hoje meu projeto está sendo pensar no quarto do Bebê e minha meta é atingir : Sono tranquila, mente equilibrada e criança feliz e criativa.


Vamos saber o que as cores podem nos ajudar?


É bacana saber que toda vez que vemos uma determinada cor, ela acaba ativando várias reações dentro do nosso corpo, e sabem porque? eles são feitas de frequências vibratórias que, captada pelos olhos, estimulam diferentes grupos de neurônios no nosso cérebro. E isso acontece com TODO MUNDO, não importa a idade.



Abrindo um pequeno parenteses para lembrar dos meus quartos


Eu sempre tive um quarto cor-de-rosa, mesmo quando eu nãos queria ter um quarto cor-de-rosa, meus pais sempre firmaram isso em mim! sou menininha, LOGO, quarto é ROSA ! Eu não lembro com clareza, mas pelas fotos de família eu sempre me vi sentadinha na penteadeira tubolar rosa, ou deitada na cama ( também tubolar ) Rosa. O quarto que eu tenho mais lembranças foi o ultimo de solteira, pouco tempo antes de casar. Paredes rosas com faixas decorativas de bonequinha, persianas cor-de-rosa com um lindo véu, adivinhem? Também cor-de-rosa ! kkkkkk 

Você tinha 15 anos? - Nããããoo, eu tinha 20 ! kkkkkk 


Voltando ao assunto:


Cores e suas reações





Vermelho: é uma cor quente e energética, que estimula com facilidade (por isso deve ser usada com parcimônia). Em pequenas doses, dá ao ambiente um ar de modernidade.

Rosa: é a mistura do vermelho com o branco, por isso com estímulo mais brando. Remete ao romantismo e à delicadeza, quando usado na forma pastel. Em tons mais intensos, traz vivacidade ao ambiente.





Amarelo: uma de minhas cores favoritas para quartos de criança, porque é um ativador da criatividade e do raciocínio. Também ajuda na sensação de conforto e segurança. Muitos dizem que abre o apetite (ideal para os filhotes que não comem bem).




Azul: é a cor da calma e da serenidade, por isso favoreceria o sono do bebê (quando usado nas paredes do quarto). Entretanto, há estudos que dizem que utilizar luz azul no quarto de crianças tem um efeito contrário – ela diminuiria o tempo médio de sono por noite (prefira uma lâmpada comum com dimer). Em excesso, pode levar à introspeção.




Verde: é a cor da natureza, por isso acalma o sistema nervoso. É relacionado à sensação de satisfação e de esperança.




Lilás: é uma cor purificadora, relacionada à espiritualidade. Em ambientes, favorece a tranquilidade, mas o excesso pode levar à melancolia.


Pensando na reação que cada cor oferece, é fácil achar pessoas que queiram colocar no quarto de seu bebê todas as cores do arco-iris, o pensamento é certo, as vezes para manter um equilíbrio na mente da criança, mas tecnicamente não funciona dessa forma. Isso pode criar uma exaustão na mente, até para os adultos, pode ter efeito contrario. 


BRANCO?


A ausência de cores pode atrasar o estimulo do cérebro da criança em reações as cores, principalmente às primárias.
0 Comentário(s)
Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Os coments são moderados para eu responder todos.
• Comente sobre a postagem.
• Sua opinião, sugestão, dica e alerta são bem-vindos!