Como Lidar Com o Filho Tímido de Até 12 Anos

 

Seu filho sempre foi retraído e quando entrou para o maternal a situação piorou?

Sua criança foge de visitas quando aparecerem na sua casa?

Você leva seu pequeno às festinhas e ele não interage?

Então preste atenção nas dicas abaixo:

Sou Luciana do Rocio Mallon, já fui professora primária e abaixo darei dicas de como lidar com o filho tímido de até doze anos de idade:

Se você, recentemente, colocou o pequeno no primeiro maternal da vida dele ou mudou a criança de escola de forma repentina, a primeira atitude é conversar com a professora dele. Sim, você deve e tem o direito de perguntar como é o comportamento dele em sala de aula. Se a professora alegar que não possui tempo para essa conversa, entre em contato com a direção com o objetivo de marcar uma reunião com ela, que também pode contar com a presença dos outros pais de alunos.

Além disso, procure conhecer quem são as outras crianças que estão na mesma sala de seu filho e principalmente quem são os pais dos coleguinhas. Tente se aproximar dos pais e engatar uma amizade. Assim seu filho poderá frequentar a mesma casa dos amiguinhos, fato que ajuda no combate à timidez.

Outra atitude capaz de combater o retraimento do seu filho é colocar o pequeno numa atividade fora do horário escolar, que pode ser: teatro, balé, judô, futebol, natação, etc.

Mas, em primeiro lugar, a sua pessoa precisa descobrir as atividades que chamam a atenção da sua criança. As redes sociais e a televisão, podem ajudar nessa descoberta. Mostre a ela vídeos com atividades como: teatro, judô, balé, futebol, natação e outros esportes em geral. Observe em qual atividade seu filho se sente mais empolgado. Depois leve a criança para fazer uma aula experimental da atividade que ela escolheu. Se a sua pessoa não tem dinheiro para pagar uma atividade extra, procure uma ONG perto da sua casa. Geralmente ONGs voltadas para a Educação oferecem cursos gratuitos.

Se depois de todas essas tentativas, seu filho continuar com uma timidez excessiva, então é hora de procurar ajuda profissional como: neurologistas, psiquiatras e psicólogos.

Mas de início, não entre em pânico, pois esta pode ser apenas uma característica da personalidade da criança. O importante é a timidez não atrapalhar o desenvolvimento.

Eu fui muito tímida na minha primeira infância e a minha foto abaixo demonstra isso.

Se as dicas acima deram certo e foram preciosas, não se esqueça de escrever sua opinião na parte de comentários.

Luciana do Rocio Mallon

#timidez #criançatímida #filhotímido

 


Nenhum comentário

Postar um comentário

• Os comentários são moderados para eu responder a todos.
• Comente sobre a postagem.
• Sua opinião, sugestão, dica e alerta são bem-vindos!