Oi, Meninas... Como estão?


Hoje vamos tratar de namoro à distância... Será que dá mesmo certo?

Bem, namorar à distância dá e não dá certo. Como assim??? (rsrsrsrsrs...). Vamos por partes...

Primeiro a positiva: namorar à distância dá certo sim desde que haja muito mais do que amor, tem que ter confiança, muita confiança e ser fiel. Li vários relatos positivos sobre o assunto, tenho uma amiga do Ceará que namorou e casou depois namorar um boliviano, e eu mesma vivi namoro à distância e hoje estou casada. Mas para tudo dar certo, não basta apenas amar e palavras bonitas, vai além disso... Namoro sem ver, sem tocar, sem beijar é complicado, mas não impossível. Se os encontros reais puderem ser feitos ao menos esporadicamente, ajuda bastante. O uso da webcam também é muito boa para conversar e ver a pessoa.

O lado negativo é aquele em que não há confiança, nem se aceita a individualidade do outro. Não é sempre que a pessoa vai estar disponível para estar ligada ao PC ou ao celular. Há estudo, trabalho, família, amizades... E o ciúme exacerbado também contribui para uma relação conturbada. Trair ou não trair é questão de escolha, não de distância. Como falei conheci meu marido e namoramos à distância pelo PC e celular, nos vendo de vez em quando. Contudo, tive outro relacionamento também à distância e depois outro real, e em ambos fui traída. As coisas são muito relativas.

Bem, por precaução, aqui vão algumas dicas da revista Times para as meninas que queiram engatar um namoro virtual.

1. Não perca tempo. De acordo o jornal, um terço das pessoas que namoram na internet são casadas, então o melhor é aprender a ler as entrelinhas para não cair em uma cilada. A matéria lista ainda alguns sinais de alerta: ligações recebidas somente de celulares, principalmente em horários incomuns; recusas a dar um telefone de contato; encontros são marcados sempre para as noites de sábado - nunca durante o dia.

2. Procure conversar ao telefone com o namorado virtual antes de se encontrar com ele pessoalmente. Um papo pode lhe mostrar muito mais do que meras trocas de e-mails. (Aqui acrescento ver uma foto da pessoa, pois é sempre bom ver com quem estamos nos relacionando).

3. Se depois de uma boa conversa ao telefone você não gostar do que ouviu, reflita se vale a pena se encontrar pessoalmente. De acordo com a publicação, o ideal seria você partir pro olho no olho apenas quando há chances de envolvimento afetivo e intelectual.

4. Fique esperta: conheça o potencial namorado o quanto antes, assim, você cria menos expectativas e projeções. E acredite, quanto maiores elas forem, maiores as chances da pessoa não ser nada do que você espera.

5. Saiba discernir entre otimismo e precaução. Enquanto você tiver razões para acreditar que seu paquera é um cara normal, fique atenta para não ser enganada: o encontre em um lugar público, conte a uma amiga aonde você vai, carregue sempre um celular e jamais aceite carona.

6. Evite marcar encontro nos seus lugares preferidos. Se a relação não der certo, você corre o risco de topar com o sujeito a qualquer hora.

7. O primeiro encontro deve sempre acontecer durante o dia. Em lugares mais cheios e movimentados, você estará mais segura. (Mas não deixe de avisar onde vai. Se uma pessoa puder ir com você e puder ficar te olhando à distância, ainda melhor.)

8. Durante o dia você ainda tem mais uma vantagem: consegue enxergar melhor a aparência do outro. Segundo o Times, pesquisas apontam que cerca de 33% das pessoas que namoram pela internet costumam mentir sobre seus dotes físicos. Então, por que não abusar da ajuda extra da luz do dia?

9. Uma ideia é transformar o primeiro encontro em algo menos duro e constrangedor. Saia do comum, a combinação mesa de bar, som ambiente e xícaras da café tendem a criar um ambiente tenso. Que tal, então, combinar um jogo de baralho ou ainda uma partida de mini golfe?

10. Agora, se depois de um encontro ele insiste em não retornar suas ligações, não entre em parafuso. Provavelmente você também já fez o mesmo, ou irá fazer antes do que imagina. Segundo o jornal, a vantagem do namoro pela internet é que você tem muito mais chances de encontrar alguém. Então, pare de chorar, e recomece a procura!


Acrescento aqui ter realmente muito cuidado, pois há muitos psicopatas e pedófilos espalhados pela internet, assim como há também muita gente de bem. O bom é conseguir o maior número de informações possíveis da pessoa antes de encontrá-la e SEMPRE avisar a alguém.

Também não é bom começar com uma mentira, pois a verdade sempre vem à tona. Mesclar fotos e mentir sobre idade, por exemplo, não é legal. 

Bom, espero ter ajudado, Meninas! Se tiverem alguma dúvida, algo a relatar ou comentar, estejam à vontade!