De origem norte-americana o "Trash the Dress", pela tradução literal, seria "jogar o vestido no lixo", contudo a versão adotada no Brasil não costuma ser tão radical ao ponto de não sobrar nada do vestido da noiva, nem tão pouco da roupa do noivo.

Para você a ideia de estragar o vestido parece impensável? Pois saiba que o trash the dress é uma tendência que está começando a se difundir Brasil adentro. Nele não existe a preocupação com o vestido. A noiva pode rolar na areia, entrar na água, deitar no chão, sujar-se de tinta, enfim, ficar bem à vontade para a sessão de fotos, que acontece no dia após a cerimônia ou dias depois da lua-de-mel. Mas a ousadia não deve apenas partir da noiva, o noivo igualmente participa das fotos com a roupa usada no casamento, por isso quem topa fazer o ensaio precisa estar disposto a se soltar.

O local a ser escolhido para o ensaio do trash the dress deve permitir, de preferência, ambientes variados e inusitados. Uma praia com mata, por exemplo, ou uma fábrica abandonada com um lago por perto. O elemento água é importante, pois, em geral, o trash the dress termina com o vestido molhado. 

Vamos à algumas fotos para servir de inspiração:



















 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 



E aí o que acharam?