Oi, Gente...

Depois de um tempo, sejam alguns meses ou anos, solteira de novo... Isso já me aconteceu... Fui noiva muitos anos antes de casar (casei em 2011 com meu Lindo Maridinho que Amo rsrsrsrs...), em um relacionamento que durou 5 anos, entre namoro e noivado. Fui eu quem acabou, mas demorou muito tempo para eu tomar esta resolução. O motivo? Medo de ficar sozinha... Isso mesmo, MEDO. Um medo idiota!

Tinha entrado para a universidade para cursar Letras e tinha um amigo de tempos. Nos apaixonamos, namoramos e noivamos. Tudo normal, né? Mas o tempo foi passando e comecei a ver a relação com outros olhos. Entramos em uma rotina de ver filmes e nos entupir de brigadeiro na casa dele, todos os fins de semana. Em 5 anos de relacionamento, nunca fomos à uma praia, nem piscina, nem festas (como assim??? kkkkk...), nem cinema, enfim, tudo rondava entre a casa dele e pouquíssimos encontros na minha casa. Nos víamos todos os dias, pois íamos juntos para a universidade. E eu virei o "homem" da relação, tudo era eu quem decidia.

Tudo isso desgastou a relação sob meu prisma. Ele era fiel, carinhoso, atencioso, me amava... mas isso não me bastava (nem bastou). Mas eu tinha medo de ficar solteira...

Eu já contava com 26 anos (em outubro faria 27) e se acabasse "com certeza" iria ficar para titia. Pensando mais que torto! Afffff... Mas eu pensava assim: "Ele me ama, é super correto... O que há de errado comigo??? Não, não... Definitivamente estou errada!".

Assim, fui arrastando meu relacionamento de 1998 à 2003. Contudo, virava e mexia, meus pensamentos insistiam em ir para a contramão.

Muitas meninas, acho, que passam por isso, um medo, uma aflição de se sentirem só... E eu me sentia muito assim.

Aí vocês devem se perguntar: "Mas o que te fez decidir terminar?". Foi pensar minha vida daqui à alguns anos com ele e também uma amiga que conheci no meu emprego novo.

Eu comecei a refletir:

1 - Eu gosto dele, ele gosta de mim... mas eu vou aguentar "de casa para o trabalho, do trabalho para casa"? Repito que em 5 anos nunca nos divertimos em lugar algum, nem com os amigos.

2 - Só eu decido as coisas. Ótimo para mim, mas e ele não tem vontade própria?

3 - Eu econômica (juntei pouco em 5 anos, a meu ver, apenas 5 mil, que "torrei" todo em  2007 em minha cirurgia para me livrar dos óculos; miopia altíssima!), e ele super gastador. Como comprar nossas coisinhas se somos noivos e vamos casar?

4 - Ele insistia em casar e ir morar com a mãe. Affff... Nada contra ela, mas quem casa quer casa! E eu desejava a minha!

etc. etc. etc... Estes foram alguns dos motivos, existiam muitos outros, mas acho que os exemplos já bastam.

Por fim, o que me fez decidir a tomar coragem: conheci uma amiga em 2003 que havia acabado um relacionamento às vésperas de casar. O motivo dela não cabe aqui, mas se ela teve esta coragem, por que eu também não deveria ter?

Então, conversei, expus tudo que me afligia, ele disse que mudaria. Mas esta não foi a primeira vez que havíamos conversado sobre o assunto... Preferi mesmo acabar e não me arrependi.
Tenho que confessar que os primeiros dias solteira foram ruins. A dependência era muita e senti um pouco de falta. Mas com o passar dos dias e meses, tudo foi melhorando.

Hoje ele é casado, pai e creio que feliz. Não temos contato. E eu sou muitoooooo feliz!!! :-)

Assim, para as meninas que temem o fim de um relacionamento, não tenham. Tudo fica bem no fim, basta dar tempo ao tempo.

Passei 2 anos sem namorar, só depois me senti segura de novo para engatar outro namoro (desastroso, a propósito, mas fica o relato, talvez, para outro post futuro).

O quero dizer com este "livro" que escrevi (rsrsrsrs...) é: não tenham medo de ficar solteiras. Independente da idade, é melhor ser feliz sozinha que ser infeliz acompanhada.

Espero que tenham gostado do mega-ultra-hiper post, Meninas! hehehehe...